Persona: O que é e como traçar o perfil da sua?

Persona é um personagem fictícios criados através de dados reais coletados, envolvendo características como: idade, sexo, profissão, renda, dados demográficos, costumes, estilo de vida, comportamento, entre outras.

Ao produzir um conteúdo para as redes sociais ou para o blog de uma empresa, é preciso saber como a audiência dessa empresa gostaria que ela se comunicasse. Isso porque nós consumidores temos uma visão de como uma marca ou empresa deveria ser, se comportar e conversar com sua audiência, a chamada Brand Persona.

Da mesma forma, uma empresa pode possuir uma base de clientes com características em comum, que se identificam com sua marca e respondem por parcela significativa das vendas. Esses consumidores possuem estilo de vida, costumes, idade, profissão, histórico de vida, metas e objetivos semelhantes, e ao analisarmos tais características criamos um perfil, chamado de Persona ou Buyer Persona.

O que é Persona?

Persona, ou buyer persona é um personagem semi ficcional que representa o cliente ideal de uma empresa, que será o referencial para criação de conteúdo e de marketing digital. A persona é criada através de dados reais sobre comportamento e características demográficas dos clientes.

Por meio dessa representação que uma empresa conseguirá compreender melhor seu cliente e as necessidades dele, para assim tentar solucionar suas dores por meio dos produtos e serviços oferecidos.

Para quem trabalha com marketing digital a persona é essencial e suas aplicações na estratégias são inúmeras, principalmente no marketing de conteúdo afinal, quando se tem uma buyer persona bem definida significa que sua estratégia tem o potencial de se tornar muito mais efetiva.

Como criar a Buyer Persona?

A criação da Buyer Persona pode ser realizada através de seu público-alvo, mais amplo e abrangente, onde é possível identificar características comuns entre eles por uma análise mais criteriosa. Essas características em comum formarão a sua Buyer Persona.

Caso sua empresa já possua uma base de dados de clientes, esse será o local ideal para encontrar a sua persona. Para o caso de sua empresa ser nova no mercado e não ter ideia de seu potencial cliente, você pode partir do seguinte princípio.

Empresa Nova no Mercado: Se sua empresa já possui uma conta em alguma rede social, verifique as estatísticas e informações de público-alvo da sua página. As pessoas que seguem sua página dirão muito sobre seu público-alvo e as características dele. Acompanhar as métricas geradas nas redes sociais, como visitas as páginas e reações é um ótimo começo para conhecer a sua Persona.

Quando ainda não há informação suficiente, você pode analisar o mercado e a concorrência. Estude seu segmento, seus concorrentes, as pessoas que geralmente compram os produtos e serviços que irá oferecer e o perfil da sua empresa, traçando uma persona “aproximada”. Conforme for adquirindo clientes ou uma base de dados mais sólida, conseguirá construir uma Persona mais consistente.

Exemplo Buyer Persona: José Paulo tem 30 anos, é advogado autônomo. Pensa em ampliar o seu escritório e a gama de serviços de advocacia prestados. É casado, tem filhos, possui mestrado fora do país e gosta de viajar nas férias. Está em busca de uma agência de investimentos para ajudá-lo a expandir o seu negócio.

Persona x Público-alvo: quais as diferenças?

Quando falamos em público-alvo, falamos no público de modo geral, por exemplo: Homens e Mulheres de 20 a 30 anos, graduados, empresários, que buscam ampliar o seu negócio e estão buscando uma agência de investimentos para ajudá-los a expandir a crescer.

Quando descrevemos a Persona conseguimos “colocar uma lupa” em características em comum no universo do público-alvo, como uma amostra representativa dentro de uma população. A sua empresa pode ter mais de uma Persona e, caso na identificação achar que limitou muito o seu público, você pode definir outras.

Brand Persona é a criação de um personagem fictício para uma marca ou empresa. Diferente da Buyer Persona, a Brand Persona é a forma como sua empresa é vista pelos seus consumidores e como eles gostariam que a sua empresa se comunicasse. Ela é parte fundamental no planejamento do conteúdo, seja para as redes sociais ou comunicação offline.

A Brand Persona está focada nos valores propostos pela marca e na sua forma de comunicar com o público, buscando criar um senso de identificação com a mesma.

Como criar uma Brand Persona?

Entenda a sua empresa! Não são só pessoas que possuem personalidades, empresas e marcas também.

1- Defina os principais pilares, os princípios e valores que representam a sua marca.

2 -Defina a essência da marca, ou a característica que a define. Essa característica pode ser definida em duas ou três palavras que sempre estarão presentes na comunicação com o público.

3- Qual é o diferencial da sua marca/produto/serviço?  O diferencial é a promessa da marca perante aos clientes, ou seja, é nesse ponto que ela agrega valor frente aos seus clientes.

Após ter coletados esses dados é hora de documentar as informações e criar a sua Brand Persona. Conte a história da sua Brand Persona como se ela fosse um personagem ou uma pessoa. Defina a linguagem que irá utilizar, o modo de se expressar e as cores e elementos que sua marca irá utilizar.

Se possível faça isso ao criar ou renovar sua identidade visual, para que haja coerência em todos os aspectos. Faça testes perante ao seu público, o que lhe ajudará a fazer pequenos ajustes perante a sua Brand Persona.

IMPORTANTE:

Tenha sempre em mente a sua Brand Persona ao criar um post para as redes sociais e até mesmo ao escrever um artigo para o seu blog, pois isso fará com os seus conteúdos fiquem personalizados e tenham o “DNA” da marca.

Exemplos de Brand Persona

Magazine Luiza e a Lu

A rede de lojas Magazine Luiza transformou a sua Brand Persona literalmente em um Personagem, a Lu. Inspirada na fundadora da rede, a empresária Luiza Trajano, a Lu tem um tom doce e educado ao responder as dúvidas de que surgem na loja virtual. Ela também interage no Facebook e Instagram, criando um relacionamento e engajando a audiência.

O mesmo ocorre com o Pinguim do Ponto Frio, no entanto a linguagem adotada pelo personagem é mais informal e cotidiana, contendo gírias, sem deixar de ser educado.

Mas nem sempre é necessário transformar a sua Brand Persona em personagem. A Coca Cola e o Starbucks são exemplos de marcas que trabalham muito bem suas Brands Personas sem possuir personagem para traduzi-las.

E então esse artigo te ajudou a entender um pouco mais sobre Personas?

A Ato ID realiza o estudo de Brand e Buyer Persona de todos os seus clientes durante o planejamento feito. Quer saber mais? Entre em contato conosco pelo Site; Facebook; Instagram, LinkedIn

Por Nathalia Favareto

Analista de Marketing Digital na Ato ID.

Referências:

Resultados Digitais

Rock Content

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s