O Varejo e as Redes Sociais

A expansão da internet e o aumento do uso das redes sociais mudou a forma de comprar e vender. O principal meio de comunicação entre a empresa e o cliente não é mais o ponto de venda, mas sim a internet (e as redes sociais). O varejo físico ainda está vivo e continuará, ele apenas se expandiu e migrou para o ambiente online, fazendo desse uma extensão do seu mercado. Por isso mesmo que o ambiente digital deve ser base estratégica para implementar ações de marketing, pois fornece um contato constante com o cliente.

Como uma empresa varejista pode usar as redes sociais?

As redes sociais são uma forma de comunicação e de venda para o negócio. Crie conteúdos criativos, interativos e ações especiais voltadas aos consumidores que estão online. Como exemplo podemos citar campanhas exclusivas para as mídias, promoções e ofertas relâmpagos feitas com publicações, imagens impactantes e vídeos curtos.

As estratégias digitais são capazes de oferecer um feedback rápido para os estabelecimentos, pelo fato de o consumidor moderno usufruir e interagir muito nas redes. Quando bem trabalhadas podem agregar valor à marca e gerar manifestações positivas; caso surjam manifestações negativas, ótimo também, é hora de rever a estratégia e estudar melhorias.

Qual é a importância da presença digital?

O varejo sempre estará presente na vida das pessoas, mesmo em épocas de crise. Com o empreendedorismo em voga e fortalecimento das redes sociais a concorrência tem aumentado em praticamente todos os setores, exigindo que os empreendedores tomem decisões a fim de se destacarem. Construir uma boa presença digital é uma opção.

Não estamos falando necessariamente de abrir um e-commerce, esse nem ao mesmo é o propósito desse artigo. O propósito é mostrar que é preciso manter uma presença constante nas redes sociais, ter um site, um blog, fazer anúncios e interagir com o seu potencial consumidor através deles. É pensar na premissa de que seu consumidor não pode te esquecer e que quando precisar de algum produto, ele se lembre do seu estabelecimento, pois sabe que você oferece.

Tire 5 minutos do seu dia e procure por dois ou três de seus principais concorrentes na internet, uma busca simples no Google ou Facebook. Você os encontrou? Eles mantêm postagens frequentes? Compare com a sua empresa e repense em como está seu posicionamento digital em relação aos seus principais concorrentes.

Muitos varejos têm medo de implementar ações de marketing digital por acharem complicado demais ou irrelevante frente ao consumidor. Saiba que investir em marketing digital, além de uma grande vantagem competitiva, diferencia sua empresa de concorrentes “obsoletos”.

O principal segredo está em conhecer os hábitos dos consumidores para poder dar o primeiro passo. Após a etapa de conhecimento da persona, trace um planejamento de marketing , onde estarão inclusas as redes sociais utilizadas, as estratégias que serão executadas em cada rede, os objetivos, o investimento e o tempo de retorno.

Ao desenhar e entender a jornada de seu consumidor em um ambiente online é possível projetar como chegar nesse cliente, direcionando-o para a compra do produto, até chegar ao pós-vendas.

Um fato importante que todo empreendedor e empresário que está começando a investir no marketing digital deve saber é que ele demanda tempo, determinação e gera resultados a médio-longo prazo. No entanto, é possível mensurar quase que instantaneamente uma ação projetada nas redes sociais através do monitoramento constante das plataformas.

Conteúdo constante é fundamental

O conteúdo é a base da comunicação e da interação com o cliente. Saber o que ele espera da sua empresa, comunicar-se em uma linguagem condizente com a sua marca e seu produto e planejar como será trabalhado o conteúdo nas diversas redes sociais são elementos chaves para gerar interesse e engajamento seu público.

Existem diversas redes sociais e cada uma tem a sua própria forma de trabalhar o conteúdo, assim como cada pessoa consome e se comporta de maneira diferente em suas contas nas redes sociais. É importante que uma empresa, seja ela varejo ou não, também atue de forma diferente e condizente com cada rede social.

Conteúdos para o Varejo

Há diversos tipos de conteúdo que o varejo pode trabalhar nas redes sociais.

Divulgue ofertas diárias

Tem ofertas diárias? Divulgue-as, caso elas ocorram uma ou duas vezes por semana, sem problema, trabalhe em cima dela. As redes sociais têm um alcance amplo e o preço baixo de determinado produto pode fazer seu público visualizar o conteúdo, interagir e por que não comparecer ao estabelecimento para comprar.

Fale sobre seus diferenciais

Qual o diferencial do seu varejo, seus pontos fortes?

Fale sobre seus pontos fortes para o seu público e quais os benefícios deles para o consumidor; isso o diferenciará inclusive da sua concorrência. Essa estratégia é bastante indicada para atrair novos clientes e fidelizar os antigos. Pense em tudo o que seus concorrentes fazem, pesquise sobre eles, e depois avalie qual a “cereja do bolo” do seu varejo.

Mostre seu ambiente

Mostrar o ambiente e interagir com o público gera empatia nas redes sociais. Mostre o dia a dia da empresa, como funciona a arrumação das gôndolas, o descarregamento dos produtos e o trabalho diário, pois isso ajuda a criar empatia e proximidade com o público.

E então gostou do artigo?

Nós aqui da Ato ID trabalhamos para solucionar as suas dúvidas! Pergunte-nos, vamos ficar felizes em responder.

Ato ID! O seu lugar no mundo.

 

 

Por: Nathalia Favareto

Analista de marketing digital na Ato ID


Referências

Casa Magalhaes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s